Ecomóvel B-5, carro elétrico de Curitiba-PR

O engenheiro curitibano Aureci Gasparini inventou um automóvel que pode rodar 10 mil quilômetros sem reabastecimento, com capacidade para três pessoas, velocidade máxima de 105km/h, câmbio de 4 ou 5 marchas, carroceria de fibra de vidro e um motor elétrico que permite autonomia de 400km.

Gasparini é PhD em mecânica e eletrônica e iniciou suas pesquisas sobre o Ecomóvel em 1967. “Pesquisei na época, formas de depuração dos gases, especialmente o monóxido de carbono, através de catalisadores para diminuir a poluição atmosférica provocada por automóveis”.

Gasparini acabou descobrindo em suas experiências uma forma diferente de energia, uma corrente eletrônica transportadora de partículas. “Foi a partir disso que comecei a pensar no reaproveitamento de energia dos motores elétricos e chegamos na tese da reciclagem de elétrons”, afirmou. Segundo ele, os estudos se prolongaram até que surgiu a idéia de se fazer um carregador automático de energia, que também aproveitaria as várias energias perdidas no meio ambiente.

“Os motores elétricos também produzem resíduos. A forma mais perceptível é através do calor. o trabalho de pesquisa tentou resolver uma forma de reaproveitar essa energia”. E A previsão é a de comercialização em 1998 por um valor perto de R$9 mil, próximo dos carros populares convencionais e com garantia total de dois anos.

O Ecomóvel-B5 é um carro que funciona com um sistema revolucionário a partir de quatro tipos de energia: solar, do meio ambiente, baterias e energia reciclável. “É um carro que vai mudar todos os conceitos conhecidos até hoje a respeito de carros elétricos. Uma revolução na vida urbana, pois por ser pequeno vai melhorar o trânsito e também diminuir a poluição do ar” afirma.

Gasparini explicou que o Ecomóvel B-5 funiona utilizando um sistema batizado de MERC (Misturador de Energias Recicladas Combinadas) desenvolvido a partir de pesquisas feitas em 1985. “Trata-se de um aparelho carregador automático de baterias que capta e mistura as energias em uma câmera e que resulta em uma nova corrente elétrica distribuída novamente para manter o motor funcionando e recarregar as baterias”.

A grande vantagem do sistema é que ele não precisa recarrear as baterias e tem grande autonomia, diferentemente dos carros elétricos atuais que tem baterias caríssimas mas mesmo assim precisam ser recarregados e têm pouca autonomia, em média 240 km. “O MERC foi testado nos anos 1992 e 1993 num automóvel adaptado com motor elétrico, câmbio e as demais peças de um carro normal. Rodamos 15.243 km por ruas e estradas sem que o carro apresentasse uma falha qualquer”. Segundo o inventor “como podemos movimentar um motor também podemos produzir eletricidade e acho que até poderemos evoluir com o princípio ao ponto de no futuro desenvolvermos viagens espaciais em altísssima velocidade”.

O depósito de patente PI9104877 trata de PROCESSO DE RECICLAGEM E AUTO CARREGAMENTO CONTÍNUO DE ENERGIA ELETRICA, consiste em um processo que permite a captura e reciclagem de elétrons perdidos e dispersos resultantes do funcionamento de motor elétrico (1) através de chupetas de coletagem (2). PROCESSO DE RECICLAGEM E AUTO CARREGAMENTO CONTÍNUO DE ENERGIA ELÉTRICA consiste em um processo de auto carregamento contínuo de baterias (9) de carga elétrica comuns e alimentação de motor elétrico (1) para geração de força motriz aplicável em qualquer dispositivo que resulte em força mecânica, tais como veículos de qualquer natureza e equipamentos de geração de energia, através da captação de elétrons perdidos na movimentação do próprio motor elétrico (1) bem como da coleta de elétrons dispersos na atmosfera através de captador eletrônico (6) magnético, correntes estas que se juntam com as provenientes das baterias (9) e dos geradores de corrente variável (5) instalados junto ao motor elétrico, (1) juntando-se todas estas correntes numa caixa misturadora de energia (4) que as envia de forma ordenada para uma caixa distribuidora (7) que fornecerá energia de acordo com a requisição de carga do sistema de retroalimentação das baterias (9) e do consumo de energia do motor elétrico (1) comutados eletronicamente através de microprocessador contido numa caixa alternadora (8) mantendo portanto, todo o conjunto funcionando indefinidamente, de acordo com a capacidade de vida útil das baterias (9).

O Ecomóvel B-5 tem motor elétrico fornecido pela indústria Weg, um Câmbio de 4 ou 5 marchas da indústria ZI ou Clarck, chassi de alumínio e carroceria de fibra de vidro em plastic steel de fabicação própria, como também os principais componentes eletrônicos. Ele mede 2,70m de compriumento, 1,64m de largura e 1,68m de altura, incluindo a altura do painel solar de 40 cm e peso de 685kg.

“Nós vamos produzir 70 carros, que serão testados em Curitiba e depois começaremos a produzi-lo em escala industrial, sendo que a primeira fábrica terá capacidade de produzir dois por dia em Curitiba”. Depois serão inauguradas outras três: uma no Paraguai, outra em Curitiba e a terceira na Colômbia. “Temos um produto para ganhar o mercado automobilístico do Mercosul”, anunciou.

O Ecomóvel B-5 terá uma produção em 1998 de 610 unidades que serão usadas para comprovar a eficiência na nova tecnologia. Segundo Gasprini, o protótipo anterior rodou 15 mil km sem ser recaregado. “Aos poucos vamos aperfeiçoando o sistema para podermos colocar carros cada vez com maior autonomia, a tecnologia para isto já dispomos”.

É um sonho do engenheiro ver fábricas espalhadas por toda a América Latina. “Podemos criar milhares de empregos, não só no Brasil, mas em outros países e nós temos motivação para isso”.

Repercussão

Foi uma reportagem da Gazeta do Povo, publicada em setembro de 1996, que anunciou o invento revolucionário do engenheiro Aureci Gasparini. Na época, ele estava desenvolvendo um protótipo chamado de Electron e fazia os contatos para viabilizar o projeto de construir as fábricas para produzi-lo.

E contou que a matéria teve uma enorme repercussão. “Sei que teve gente da Argentina, de Manaus (AM) e de outros lugares que souberam pelo jornal. Tive até que fazer palestra para os estudantes de engenharia na universidade”, lembrou. “Não podia deixar de prestigiar depois que estamos começando a produzir industrialmente”.

Fonte: Jornal Gazeta do Povo, Curitiba-PR, 1 de maio de 1998, pag. 3, seção Local.
Envie seus comentários para abrantes@inpi.gov.br. Esta página não é uma publicação oficial da UNICAMP, seu conteúdo não foi examinado e/ou editado por esta instituição. A responsabilidade por seu conteúdo é exclusivamente do autor.

http://www.inova.unicamp.br/inventabrasil/ecomovel.htm

Veja mais detalhes sobre a tecnologia utilizada no carro elétrico desenvolvido pelo Dr. Aureci Gasparini: 45746-carro-eletrico

log_pir_47

.

Gostou? Então Curta nossa página no Facebook.

eu_47 Seja amigo do autor do site no Facebook, e esteja sempre antenado em assuntos interesantes como este.

Anúncios

16 Respostas

  1. DR. HÁ 40 ANOS MINHA SOGRA TEM VONTADE DE PROCURAR O PAI DE SEU FILHO QUE SE CHAMA AURECI GASPARINI, RESOLVI FAZER UMA PESQUISA NA INTERNET E ACHEI ESSE DOCUMENTARIO NO QUAL PARA ELA NÃO TEM DUVIDAS DE QUE É VC MESMO, O NOME DELA É HELENA E QUE VC TEM CONHECIMENTO DE QUE TEM UM FILHO HOJE DE 40 ANOS, SE TIVER ALGUMA COISA A VER COM O SR POR FAVOR ENTRAR EM CONTATO COM ELA PELO TEL (011) 41073723 SP, OBRIGADA, MARINES.

    Resposta:
    Olá Marines

    Este site não é do Dr. Aureci. Eu apenas estou passando a informação sobre seu trabalho, que julgo bastante relevante.
    Vou repassar sua mensagem para o autor do trabalho para que ele tenha conhecimento.

    Abraço
    Z

  2. Poxa! Fora de série, e afinal que fim levou o Sr. Aureci Gasparini?
    Cordialmente,
    Joahermen

  3. eu amigo do gasparini li sua mensagem e o comuniquei a respeito, em breve o mesmo entrará em contato.

    • Muito obrigada pela gentileza, indiretamente vc contribuiu com o encontro entre pai e filho apos 41 anos , estamos todos contentes, sr gasparini é uma simpatia de pessoa esperamos não perder o contato com ele. obrigada.

  4. Ola Gostaria de entrar em contato urgente com o Sr. Gasparini se posivel, meu tel. (41) 3677-1396 – 9243-1212.
    Sera de muita ajuda
    Obrigado.

  5. Fiz parte da equipe que trabalhou no projeto do B5 e gostaria de saber como continuou este projeto e quais novidades temos nos tempos atuais. Como está o Eng. Gasparine?

    Resposta:
    Saluton Marco

    O projeto B5 encontra-se no momento arquivado. Eu tinha as mesmas dúvidas e curiosidade de saber como andava o andamento do mesmo e foi com infelicidade que constatei que, por diversas razões, que não cabe a mim esclarecer, o projeto acabou arquivado. O sr. Gasparine, ao que me consta, encontra-se “aposentado”.

    É pena que um projeto tão positivo não tenha decolado. Mas muitos empreendedores nacionais passam por esse tipo de decepção, como o venerável fundador da Gurgel, a única empresa fabricante de veículos genuinamente e integralmente nacional. Depois de anos de trabalho duro, e diversas recusas de financiamento por parte do governo (que sede muitos financiamentos para empresas extrangerias), a empresa acabou falida e a fábrica fechada.

    Att.

  6. Fiz parte da equipe que desenvolveu o Ecomóvel-B5, mas na época apenas o sistema de geração estático foi concluido. Gostaria de saber que caminhos tomou o projeto do Ecomóvel-B5 e a tecnologia desenvolvida pelo Eng. Gasparini.

  7. desculpe por importunar mais uma vez, mas gostaria de saber se vc tem algum contato com o Aureci Gasparini, sou nora dele meu nome é marines, já faz dois anos que ele não da noticias deixando seu filho Rogerio bastante preoculpado, por favor se tiver algum contato passar essa mensagem para ele. Desde já agradeço. meu telefone para contato é 011 4183-4507 OU 011 41073723. Boa Noite

    • Bom dia Marines, se tiver alguma informação sobre o Aureci, me repasse fazendo o favor. Sou sobrinho dele e moro em Curitiba.
      Faz mais de 5 anos que não tenho notícias!
      obrigado!

  8. ola,Dims Filho meu nome e Marines sou nora do Aureci, tambem faz cinco anos que nao tenho noticias dele, ele deixou apenas o n do celular o qual ele nao atende, nao sabemos nem onde ele mora, se por acaso vc souber do endereço dele ai em curitiba poderia passar para mim por favor? o filho dele esta querendo ir ate ai para ver se acha ele temos questaoes pessoais para resolver.desde ja agradeço.

    • Marines, ano passado o Sr. Aureci Gasparini apareceu aqui na minha empresa diversas vezes pedindo recursos para montar uma empresa para o carro dele, e não era pouca coisa, falou que era formado em não sei quantas faculdades em bolonha ou algo assim e sumiu quando começamos a pedir provas do projeto dele…, gostaria de saber se tais informações procedem a respeito do mesmo, pois caso tivéssemos dado dinheiro para ele a esse hora a policia estaria procurando o mesmo.

  9. Marines, a ultima vez que falei como gasparini em Salvador Bahia, ele disse-me que estava se preparando para ir de astronauta na nave espacial americana Colúmbia que ia morrar e trabalhar na lua, como técnico do automóvel lunar. Mande um adeus para ele la na Lua.
    Do seu admirador Lodovico Krafrendisk:Moscou Rússia.

  10. Faleceu na data de 23/01/2013, Aureci Gasparini. O Engenheiro foi encontrado morto num quarto de hotel em Curitiba. Morre com ele ideias revolucionárias para o nosso tempo: o carro elétrico que não vai para a tomada; tinta fotocondutora. Que Deus permita a difusão do seu legado o mais rápido possível. Amém

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: