Beber café após refeição gordurosa é duas vezes pior

Beber café após ingerir uma refeição altamente gordurosa – como é o caso do fast food – é duas vezes pior para o organismo. Estudos feitos na Universidade de Guelph, Canadá, confirmam que os níveis de açúcar na corrente sanguínea, que já disparam quando a pessoa ingere comidas gordurosas, dobram quando ela toma alguma bebida com alta dose de cafeína – e podem chegar ao patamar de uma pessoa que sofre de diabetes.

Divulgado nesta sexta-feira (1º) na publicação especializada Journal of Nutrition, o estudo examina, em primeira mão, a relação da cafeína com a ingestão de alimentos altamente gordurosos. “Os resultados nos mostram que gordura saturada interfere na habilidade do corpo de limpar o açúcar do sangue e, quando combinado com cafeína, o impacto é ainda maior”, afirmou Marie-Soleil Beaudoin, autora da pesquisa.

A presença de açúcar na corrente sanguínea é prejudicial à saúde humana porque o carboidrato danifica vários órgãos do corpo. Tipicamente, o próprio corpo se livra desse açúcar redistribuindo-o pelos músculos, mas quando ele excede uma certa quantidade o organismo não consegue mais processá-lo. Nos casos estudados na pesquisa, algumas pessoas viram suas taxas de açúcar no sangue aumentarem em 65% após ingerirem duas xícaras de café.

Para realizar os testes, o grupo de pesquisadores utilizaram um coquetel contendo apenas lipídios, que era dado aos participantes na proporção de um grama por cada quilo que pesasse. Depois de seis horas, eles recebiam um segundo coquetel de açúcar. O resultado demonstrou que o nível de açúcar no sangue dessas pessoas aumentou 32% em relação aos pacientes que não tomaram o coquetel de lipídios.

No caso do teste com a cafeína, os participantes tomavam o coquetel de lipídios, depois duas xícaras de café cinco horas depois e, por fim, o coquetel de açúcar uma hora mais tarde. Foi nesse grupo que os níveis do carboidrato chegaram a mais de 65%.

“Isso mostra que os efeitos para o organismo de uma refeição gordurosa duram por pelo menos quatro horas. O que você come no almoço pode impactar seu organismo no final do dia”, disse Beaudoin.

Os pesquisadores também descobriram que a combinação do café com o alimento gorduroso afeta e atrapalha a comunicação entre o estômago e o pâncreas (órgão que fabrica a insulina, responsável por limpar o açúcar do corpo). Como essa comunicação fica interrompida, o organismo não consegue se limpar do excesso de açúcar.

“Beber café descafeínado ao invés de café normal é uma das formas para se aumentar a intolerância à glicose. Limitar o consumo de gorduras saturadas, encontradas em carnes vermelhas, alimentos processados e fast food também é benéfico. Este estudo nos mostrou que os efeitos dessas comidas podem ser fortes e duradouros”, afirmou a doutora Beaudoin.

http://paduacampos.com.br

log_pir_47

.

 Gostou? Então Curta nossa página no Facebook.

eu_47 Seja amigo do autor do site no Facebook, e esteja sempre antenado em assuntos interesantes como este.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: