A Terapia Gerson

A Terapia Gerson é um poderoso tratamento natural que permite que os mecanismos de cura do nosso próprio corpo actuem.

Quando foi apresentada ao mundo por Max Gerson, M.D., esta terapia alimentar estava tão à frente do seu tempo que não havia praticamente nenhum estudo disponível na literatura científica que explicasse como ela podia conduzir a espantosas curas, quer em doenças crónicas quer infecciosas. Apesar disso, e pelo facto de, através dela, tantas pessoas se terem curado dos seus casos avançados de tuberculose, doenças de coração, cancro e muitas outras doenças, a Terapia Gerson estabeleceu-se como um enorme contributo para o campo da medicina, através da publicação de artigos na “literatura médica revista por pares” (peer-reviewed medical literature). Max Gerson publicou pela primeira vez sobre o tema do cancro em 1945, quase 40 anos antes da adopção do actual programa sobre dieta, nutrição e cancro pelo Instituto Nacional do Cancro dos EUA.

Desde que começou a aplicar o seu tratamento, nos anos 20, Gerson tratou muitas centenas de pacientes e continuou a desenvolver e refinar a sua terapia até ao dia da sua morte, em 1959, com 78 anos.

O seu paciente mais famoso foi o Dr. Albert Schweitzer, filósofo, teólogo e médico missionário, que aos 75 anos sofria de diabetes avançado. Gerson tratou-o com a sua terapia e Schweitzer curou-se por completo, voltou ao seu hospital africano, ganhou o prémio Nobel da Paz aos 77 anos e trabalhou até aos 90.

Schweitzer escreveu: “Vejo no Dr. Gerson um dos mais eminentes génios da história da medicina”.

A 14 de Maio de 2005, em Ottawa, Canada, o Dr. Gerson e 7 outros gigantes da medicina foram reconhecidos como pioneiros nos seus campos ao serem incluídos no “Hall of Fame” da Medicina Ortomolecular (Orthomolecular Medicine Hall of Fame). Desse “Hall of Fame” já faziam parte os 10 primeiros laureados da Sociedade Internacional para a Medicina Ortomolecular (International Society for Orthomolecular Medicine), começando, obviamente, por Linus Pauling, PhD, duas vezes Prémio Nobel e criador do termo “ortomolecular”, no seu artigo “Psiquiatria Ortomolecular” publicado na revista “Science” em 1968.

Mais de 200 artigos de respeitável literatura médica e milhares de pessoas curadas das suas doenças “incuráveis” documentam a eficácia da Terapia Gerson. A Terapia Gerson é um dos poucos tratamentos que tem mais de 60 anos de história de sucesso.

Nota: Estas páginas sobre a Terapia Gerson não são páginas oficiais do Gerson Institute (pode consultar aqui o site oficial www.gerson.org). São da exclusiva responsabilidade do autor, Pedro Martins Simões, possuidor do diploma de frequência do Curso Gerson Caregiver concedido pelo Gerson Institute-California, e estudioso da Terapia Gerson.

http://terapiagerson.wordpress.com

Não deixe de ver também o documentário “The Gerson Miracle”, disponível na internet.  Baixe o arquivo torrent clicando AQUI. Ou assista online no Youtube seguindo os links abaixo:

 







Uma resposta

  1. A meu ver, esta terapia é a única terapia natural alternativa que pode ser considerada no tratamento do câncer para quem não quer se submeter às terapias convencionais de tratamento ou seja, quimioterapia, radioterapia, etc. ou já se submeteu e está desenganado ou num estágio terminal da doença.
    Ela também pode ser utilizada como um reforço à terapia convencional, o que deveria ter sido feito, não fosse os egos inflados e, principalmente, os interesses comerciais da medicina convencional e da indústria farmacêutica. Farmacêutico-Bioquímico, 65.
    Consulte também o google.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s