Nova esperança para Mal de Parkinson

por Cristiane Rozicki

Um estudo feito por médicos da Universidade Federal de São Paulo conseguiu resultados surpreendentes entre pacientes com Mal de Parkinson.

O simples ato de fazer a barba era impossível para Seu Ermiro até três meses atrás. Hoje ele sobe escada, recuperou muito da independência.

“Antes dele começar o tratamento, gostava muito de ficar na cama. Levantava tarde. Hoje ele mudou.”, diz Maria Lúcia, mulher de Seu Ermiro.

Ele é o primeiro paciente na história médica a ter uma regressão no Mal de Parkinson. O tratamento, desenvolvido pela Universidade Federal de São Paulo, é simples e barato. Entrevistas com voluntários revelaram que todos comiam muita carne vermelha. E um exame de sangue mostrou que eles tinham deficiência de vitamina B-2, porque o organismo não absorvia essa substância. Foi a pista científica.

A carne vermelha libera no organismo uma substância chamada hemina. O excesso seria eliminado normalmente, em associação com a vitamina. Mas sem a B-2, a hemina leva ferro em excesso para dentro das células, provocando a degeneração. A receita médica foi só cortar a carne vermelha e tomar doses maciças de vitamina B-2. Isso sem abandonar os remédios tradicionais para controlar os sintomas.

E não foi só seu Ermiro. Os 31 pacientes do estudo apresentaram melhoras. Quem estava na fase inicial da doença, já não tem mais sintomas e parou até de tomar remédios. Nem os pesquisadores esperavam um resultado tão bom.

“Foi uma surpresa extremamente agradável, porque a nossa expectativa é que a doença viesse apenas a estacionar. E o que verificamos foi que de fato a doença começou a regredir com uma recuperação funcional rápida dos pacientes.”, comemora o neurologista Cícero Galli Coimbra.

Simples, barato e milagroso. Agora os cientistas estão fazendo imagens de ressonância magnética nos pacientes antes e durante o tratamento, para tentar entender como o cérebro se recupera tão rápido.

Os autores da pesquisa alertam: os pacientes não devem tomar vitamina B-2 por conta própria porque, em altas doses, ela pode provocar efeitos colaterais. Esse estudo sobre o Mal de Parkinson deve ser publicado agora numa revista científica especializada.

http://objetodignidade.wordpress.com

log_pir_47

.

 Gostou? Então Curta nossa página no Facebook.

eu_47 Seja amigo do autor do site no Facebook, e esteja sempre antenado em assuntos interessantes como este.

Anúncios

Uma resposta

  1. por favor, me ajude, meu pai tem mal de parkinson a 10 anos e hoje está com 78 anos, como devo ministrar a vitamina b-2 para ajudá-lo?

    Resposta:
    Bom dia Alice

    Para fazer uso do suplemento recomendamos que procure um profissional de nutrição experiente para indicar para seu pai as doses indicadas, bem como uma dieta equilibrada e adequada para ele.

    Para mais informações procure entrar em contato com os pesquisadores da USP que desenvolveram este trabalho pelo telefone (11)5539-3123. Para mais informações sobre dr. Cícero acesse: http://lattes.cnpq.br/0828498555941677.

    Abraço
    Zhannko

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: