Check-ups de rotina não trazem benefícios

27.10.2012 ]

Jennifer Beal

Prevenção sem efeito

Fazer exames gerais preventivos de saúde não reduz as mortes por todas as causas e nem por doenças graves, como câncer e doenças do coração, de acordo com pesquisadores da Cochrane.

Os pesquisadores, que fizeram uma revisão sistemática sobre o assunto para a renomada publicação científica The Cochrane Library, manifestam-se contra a oferta de exames de saúde em geral como parte de programas de saúde pública.

Em alguns países, os check-ups, as verificações gerais de saúde periódicas e de forma preventiva, são oferecidas como parte da prática padrão da medicina.

Lado negativo dos exames preventivos

Os exames de saúde em geral se destinam a reduzir as mortes e os problemas de saúde, permitindo a detecção precoce e o tratamento rápido das doenças.

No entanto, existem potencialmente implicações negativas, como por exemplo o diagnóstico e o tratamento de condições que poderiam não ter conduzido a quaisquer sintomas da doença ou ter levado a um encurtamento da vida em relação à expectativa.

Os pesquisadores basearam suas conclusões em 14 estudos envolvendo 182.880 pessoas.

Todos os estudos dividiram os participantes em pelo menos dois grupos: um onde os participantes foram convidados a realizar exames preventivos de saúde gerais, e outra onde eles não participaram desses programas.

Quem procura…

O número de novos diagnósticos decorrentes dos exames preventivos foi geralmente pouco estudado mas, em um dos testes, os exames preventivos levaram a mais diagnósticos de doenças ou condições de todos os tipos.

Em outro estudo, as pessoas do grupo de convidados para verificações gerais de saúde apresentaram maior propensão a serem diagnosticadas com pressão alta ou colesterol alto, como seria de esperar.

Em três ensaios, um grande número de “anormalidades” foram identificadas nos grupos selecionados para exames.

No entanto, com base em nove dos 14 estudos, com um total de 11.940 mortes, os pesquisadores não encontraram nenhuma diferença entre o número de mortes nos dois grupos no longo prazo, seja geral ou, especificamente, devido a câncer ou doenças do coração.

Evitar exames desnecessários

Outras consequências dos exames preventivos foram pouco estudadas, mas os dados sugerem que a oferta de exames de check-up em geral não tem impacto sobre internações hospitalares, incapacitação, preocupações com a saúde, encaminhamentos a especialistas, visitas adicionais ao médico ou tempo de afastamento do trabalho.

“A partir das evidências que vimos, incentivar os pacientes a fazer exames de saúde geral provavelmente não trará benefícios,” disse Lasse Krogsboll do Centro Cochrane, em Copenhague (Dinamarca). “Uma razão para isso pode ser que os médicos identificam problemas adicionais e tomam medidas ao ver pacientes por outros motivos.”

“Nós não estamos dizendo que os médicos devam parar de pedir exames ou oferecer tratamentos quando suspeitam que possa haver um problema. Mas acreditamos que as iniciativas de saúde pública que sistematicamente oferecem exames preventivos de saúde em geral devem ser evitadas,” continuou.

Equilíbrio entre benefício e malefício

De acordo com a revisão, novos estudos devem ser focados sobre os componentes individuais dos exames preventivos de saúde e em uma melhor definição das condições, tais como doença renal e diabetes.

Esses estudos devem ser projetados para explorar mais os efeitos nocivos dos exames de saúde em geral, que muitas vezes são ignorados, produzindo conclusões enganosas sobre o equilíbrio entre danos e benefícios.

Outro problema é que as pessoas que fazem exames preventivos de checagem da saúde quando recebem a recomendação podem ser diferente daquelas que não atendem aos chamados.

As pessoas que apresentam elevado risco de doença grave podem ser menos propensas a participar.

Excesso de prevenção

O estudo é mais um em uma longa série de evidências científicas que vêm mostrando que o encaminhamento médico de pessoas saudáveis, em nome de uma pretensa prevenção, pode gerar mais males do que benefícios:

Exames preventivos de câncer de ovário são ineficazes
Mamografias preventivas caem nos EUA após novas recomendações
Sobrediagnósticos já representam perigos para saúde humana
Exames intermináveis não trazem saúde eterna
Medicina está sendo reduzida às questões econômicas
Exame PSA faz mais mal do que bem, dizem especialistas
Detecção precoce do câncer de próstata não traz benefícios se PSA for baixo
Mamografia pode aumentar risco de câncer de mama em grupo de risco
Cientistas defendem mudanças nas orientações sobre mamografia para prevenção do câncer de mama
Público superestima benefícios dos exames de prevenção do câncer
Médicos europeus descartam exames de câncer de próstata como rotina
Toque retal para prevenção de câncer de próstata não deve ser rotina

Fonte: http://www.diariodasaude.com.br

log_pir_47

.

Gostou? Então Curta nossa página no Facebook.

eu_47 Seja amigo do autor do site no Facebook, e esteja sempre antenado em assuntos interesantes como este.

Uma resposta

  1. Péssima recomendação…uma pesquisa lá de fora que tenta vender notícias em jornais e péssimo exemplo….exames de rotinas, devem ser feitos e quem dera se um dia todos pudessem ter direito a eles…seria um grande avanço em saúde pública…..Mas com essa reportagem, francamente o titúlo mais conveniente seria: Prevenção não vale a pena…….triste…lamentável….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s