Jovem cria gerador que capta energia “do ar”

Jovem cria gerador que capta energia 'do ar'

O jovem Dennis Siegel, acadêmico da Universidade de Arte de Bremen, Alemanha, criou um tipo de gerador de eletricidade que utiliza radiações eletromagnéticas presentes no ar para criar energia elétrica. Ou seja: seu gerador não precisa de nenhuma ligação ou movimentação física para gerar energia elétrica. Saiu no Gizmag.
Como estamos cercados por aparelhos emissores de ondas eletromagnéticas, como eletrodomésticos, transformadores nos postes das ruas e telefones celulares, falta de ‘matéria prima’ para gerar a energia não há. Siegel usa esse tipo de energia para transformá-la em eletricidade pura.

O jovem Dennis Siegel, acadêmico da Universidade de Arte de Bremen, Alemanha, criou um tipo de gerador de eletricidade que utiliza radiações eletromagnéticas presentes no ar para criar energia elétrica. Ou seja: seu gerador não precisa de nenhuma ligação ou movimentação física para gerar energia elétrica. Saiu no Gizmag.
Como estamos cercados por aparelhos emissores de ondas eletromagnéticas, como eletrodomésticos, transformadores nos postes das ruas e telefones celulares, falta de ‘matéria prima’ para gerar a energia não há. Siegel usa esse tipo de energia para transformá-la em eletricidade pura.

O garoto ainda não explicou o funcionamento do seu gerador, provavelmente porque ainda não deve ter patenteado o equipamento, mas afirmou que o aparelho é capaz de carregar uma pilha AA por dia. Sabe-se apenas que o gerador criado pelo jovem opera em duas versões: uma para baixas frequências (entre 50 e 60 Hz) e outra para frequências mais altas, variando entre Megahertz (frequência usada por telefonia e rádio) e Gigahertz (frequência usada por bluetooth e WiFi).

Ainda são obscuras as projeções e possibilidades de geração de energia da invenção de Siegel. Por exemplo: não se sabe quanta energia o aparelho poderá disponibilizar, uma vez que não é possível calcular a quantidade de emissão eletromagnética ou radiação necessária para gerar energia suficiente para, por exemplo, alimentar um computador ou outro equipamento maior. Mas, possivelmente, novos estudos responderão a estas perguntas em breve, já que a descoberta ainda é relativamente recente.

Fonte: http://canaltech.com.br

log_pir_47

.

 Gostou? Então Curta nossa página no Facebook.

eu_47 Seja amigo do autor do site no Facebook, e esteja sempre antenado em assuntos interessantes como este.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: