Passear pela floresta pode reduzir o risco de câncer

12206_390719091009244_1505955207_nJá há muitos anos que a Agência Florestal do Japão aconselha à sociedade nipônica o “banho” florestal como prática de relaxamento.

O contato com a natureza reduz os níveis de adrenalina e cortisol no organismo, substâncias que se encontram aumentadas durante o stress e ansiedade. Mas esta prática também poderá reduzir o risco de câncer.

A prática do “Shinrinyoku” (passeio pela floresta) é aconselhada por muitos médicos japoneses como prevenção de problemas de saúde.

Recentemente, a sociedade Internacional da Natureza e Medicina Florestal (Infom), sediada no Japão, foi mais longe: dado que o estresse é um dos fatores que diminui a produção de “natural killer celles”, decidiram fazer a sua medição sanguínea ao fim de três dias ao passear num bosque.

As “natural killer cells” (células exterminadoras naturais) são um tipo de glóbulos brancos responsáveis, no nosso corpo, pelo combate às infecções virais e às células tumorais responsáveis pelos cânceres.

O estudo concluiu que ao fim de três dias a passear pela floresta as “células exterminadoras naturais” aumentavam no sangue dessas pessoas até 56%.

Os investigadores questionaram-se depois em saber se a produção dessas células poderia ser estimulada unicamente pelos aromas produzidos pela natureza, mesmo inalados fora dela.

Convidaram 12 pessoas a passarem três noites fechadas em quartos individuais, em que metade dos quartos foram permanentemente vaporizados com óleo de hinoki (uma espécie de cipreste).

No fim da estadia, os participantes dos quartos vaporizados apresentavam um aumento de 20% das “células exterminadoras naturais”, enquanto que os participantes dos quartos não-vaporizados tinham o valor das suas células inalterado.

Também os finlandeses estão a apostar nos efeitos da floresta para melhorar a saúde, projeto liderado pelo Finnish Forest Research Institute.

O ambiente florestal impulsiona as proteínas intracelulares anticancerígenas dos linfócitos e aumenta a atividade destas células durante um período de sete dias depois da realização da caminhada, por isso aconselha-se a realização de um passeio pela floresta uma vez por semana e nas cidades, caminhar sempre que possível perto de árvores.

log_pir_47

.

 Gostou? Então Curta nossa página no Facebook.

eu_47 Seja amigo do autor do site no Facebook, e esteja sempre antenado em assuntos interesantes como este.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s