Ruas pavimentadas com plástico reciclado: O exemplo de Vancouver

Ruas pavimentadas com plástico reciclado. O exemplo de Vancouver 1

Vancouver tem um objetivo claro: converter-se na cidade mais verde do mundo até 2020. Como meta, não é nada fácil e para a incentivar a população que supera os 600.000 habitantes – segundo censo realizado em 2011 – o Conselho da cidade elaborou um Plano de Ação para realizá-lo. Através de objetivos classificados em áreas, como “Acesso a Natureza”, “Zero Resíduos” e “Transporte Verde”, que tentarão mudar o entornos imediato das pessoas para que vejam os benefícios ambientais que se podem conseguir com medidas simples.

A última decisão que o Conselho tomou impressionou a todos, porque não apenas foi anunciada agora em meados de Novembro, mas porque também já está sendo executada. Com a ajuda da empresa GreenMantra, diversas ruas da cidade estão sendo pavimentadas com plástico reciclado. Assim, as garrafas de água, embalagens de iogurte e sacolas plásticas não acabam em lixeiras, mas sim são trituradas e derretidas para serem misturadas com o asfalto tradicional.

Ruas pavimentadas com plástico reciclado. O exemplo de Vancouver 2

Se no processo comum de fabricação de asfalto são necessárias temperaturas elevadas (160 ºC) para fundir os materiais, no caso do plástico reciclado isso não é necessário porque é convertido em uma cera que se adere facilmente no asfalto em um ambiente mais frio, o que reduz em 20% o consumo de combustível durante a elaboração da mistura. Além disso, esse processo permitirá que os trabalhos não sejam suspendidos durante o inverno.

Segundo Peter Judd, engenheiro da Prefeitura, esta diminuição de combustível não apenas se traduz em uma ganhos econômicos, mas também que evitará que se gerem 300 toneladas por ano de gases que contribuem para o efeito estufa. Durante a pavimentação com plástico, diminui a quantidade de vapores que são liberados na atmosfera para que se fixe o asfalto.

Ruas pavimentadas com plástico reciclado. O exemplo de Vancouver 3

Dentro de alguns meses não será mais necessário arrumar nivamente as ruas, porque a cera que se produz a partir do plástico evita o envelhecimento dos óleos presentes na mistura. Por hora, o plástico reutilizado é trazido desde a cidade de Ontário, mas as autoridades esperam que em breve se possa obter essa matéria prima da própria cidade de Vancouver.

Ainda que esse tipo de pavimentação tenha um custo cerca de três vezes maior que o comum, reflete um esforço e compromisso por parte das autoridades em implementar políticas “verdes” que permitam catalogar a cidade em 2020 como a mais verde do mundo. Para envolver os cidadãos, seria ótimo implementar um plano de reciclagem que se removesse o plástico – e esperamos que outros materiais que podem ser reutilizados – da casa de cada família.

http://www.archdaily.com.br

log_pir_47

.

 Gostou? Então Curta nossa página no Facebook.

eu_47 Seja amigo do autor do site no Facebook, e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: