A falácia do Outubro Rosa e do Novembro Azul

outubrorosa-novembroazul-piramidal.net

Os meses dedicados à “prevenção” do câncer de mama e de próstata (outubro rosa e novembro azul respectivamente) são nada mais do que um tentativa de diagnósticos precoces, que, na maioria dos casos, trazem uma série de problemáticas para o paciente. Não se trata de prevenção propriamente dita.

A mulher se tocar, permitir o toque clínico e realizar o exame de mamografia periodicamente, assim também como o homem, fazer o exame de PSA e permitir o exame clínico de toque retal são simplesmente formas de diagnóstico precoces levantando a bandeira da prevenção e da cientificidade em prol da indústria da doença (medicina, novas tecnologias e a indústria farmacêutica) que lucra com estes infindáveis procedimentos.

industria-da-doenca.piramidal.net

O poder público parece apenas seguir a regra do jogo, sem questionar o que de fato acontece. Os responsáveis apenas alertam a população com dados gerais sobre o câncer de mama e de próstata, sem realmente investigar o assunto, o que levaria a uma ação de prevenção diferenciada e não continuariam alimentando este sistema.

Problemas com os exames e consequências

Profissionais da área de saúde vem alertando há muito tempo sobre os problemas relacionados à mamografia e à quantidade de radiação que a mulher recebe durante este exame (radiação de 20 0 a 25 vezes maior em comparação à radiografia pulmonar). O toque e o exame clínico, como enfatizado, neste ano, pelas campanhas do município, é tão eficaz, ou mais, que o exame de mamografia; no entanto, não se trata de prevenção e sim de um rastreamento do câncer de mama – apenas um diagnóstico precoce.

Já no homem a ênfase é no toque retal e no exame de sangue PSA que mede os níveis de inflamação específicos da próstata gerando muitos falsos positivos que serão consequentemente submetidos a outros exames como biópsias e tratamentos como as quimioterapias e até mesmo a cirurgia com a retirada da próstata – procedimentos estes que não deveriam ser feitos e que trazem sequelas para o paciente sem nenhum retorno positivo.

Entrevista com João Gabbardo, secretário estadual da Saúde, no Gaúcha Atualidade

Devido aos estudos realizados no Canadá e no Reino Unido, o INCA (Instituto Nacional de Câncer) se posicionou, até o momento, contra o rastreamento de câncer de próstata.

O que fazer então para realmente prevenir o câncer?

Primeiramente é necessário entender o funcionamento do organismo. Tanto as mamas quanto a próstata são glândulas, e para as glândulas trabalharem adequadamente elas necessitam de alguns nutrientes, dentre os quais se destaca o Iodo (Iodo e Iodeto). As mamas usam tanto o Iodo quanto o Iodeto, já a próstata utiliza o Iodeto. No processo de organificação deste elementos dentro da glândula, se produz o peróxido de hidrogênio (H2O2 – água oxigenada) que promove a apoptose da célula cancerígena. Outro mecanismo, é na administração de doses mais elevadas de solução de Lugol (Iodo + Iodeto de potássio) onde ocorre a formação do delta-iodolactona (Iodo-lípide) também responsável pela apoptose de células cancerígenas.

Ou seja, o Iodo e o Iodeto inorgânico (não radioativos) são fundamentais para o perfeito funcionamento das glândulas; no entanto, principalmente na atualidade, existem outros elementos que competem com o Iodo e o Iodeto no organismo; são os demais halógenos, flúor, cloro e o bromo que possuem um menor peso molecular resultando em uma maior absorção destes elementos e consequentemente minimizando a utilização do Iodo e Iodeto.

O flúor e o cloro estão presentes em toda a água que usamos (a água utilizada na agricultura, nas casas, piscinas e saunas úmidas estão repletas de flúor e cloro) e o bromo estava presente no fermento de pão que foi proibido por ser comprovadamente carcinogênico; no entanto, permanece em todo material plástico que é anti-chamas como os materiais usados no interior de um automóvel e os plásticos de todas as tecnologias que conhecemos como os tablets, notebooks e computadores que ao se aquecerem liberam o bromo.

Evitar as águas contaminadas com flúor e cloro e a sua consequente inalação por meio de banhos quentes, utilizar pastas dentais sem flúor, evitar medicamentos, que contenham as substâncias, como a Fluoxetina, Bromazepan, etc. podem otimizar a absorção do Iodo e Iodeto.

Outra questão para refletir é que os japoneses ingerem 92 vezes mais Iodo e Iodeto do que a dose recomendada no Brasil e nos Estados Unidos e o Japão não tem problemas com câncer de mama e de próstata. Isso sugere que uma suplementação de solução de Lugol possa ser usada com segurança para alcançar a ingestão média diária de um japonês o que contribuiria para prevenir os carcinomas relacionadas com as glândulas, em especial o câncer de mama e de próstata, mas poderíamos citar o câncer de tireoide, paratireoide, de pele, etc.

Este tema abre espaço para a discussão de outros tratamentos como: (1) terapia com peróxido de hidrogênio, (2) ozonoterapia e (3) as pílulas de fosfoetanolamina, dentre outros; os quais também reforçam e indicam a relação dos carcinomas com o estilo de vida adotado pelo indivíduo.

O Iodo e Iodeto parecem ser os principais elementos envolvidos nos carcinomas relacionados às glândulas, mas além de tudo, este conhecimento alerta para a necessidade de adotarmos um estilo de vida saudável (alimentação, atividade física, meio ambiente, etc.), o qual realmente aborda a prevenção do câncer de mama e de próstata.

Veja também:

Por Que Devemos Suplementar Diariamente com Solução de Lugol

Leandro Bolina Nascimento
Licenciado em Educação Física e Técnico em Nutrição Esportiva. Trabalha na área de informática, arte gráfica, audiovisual, fotografia e jornalismo. É o fundador do Portal Hortolândia News.

http://www.hortolandianews.com.br

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então Curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: