Sementes germinadas. Um bem desconhecido!

Sementes germinadas. Um bem desconhecido

As sementes germinadas são uma realidade e um auxílio fundamental para o nosso bem-estar, principalmente quando se trata da prevenção de patologias. Apesar de a nossa saúde só se tornar mais débil a longo prazo com maus hábitos, os indivíduos que apresentam uma saúde mais frágil, ou porque há uma fraca absorção dos nutrimentos ou porque o seu estado de saúde exige uma necessidade aumentada, podem ter implicações mais imediatas com estas sementes germinadas.

O que são as sementes germinadas (ou rebentos ou brotos)

O processo de crescimento começa quando uma semente em contato com a água evidencia um rebento, que mais tarde vai dar origem à planta adulta. No início do crescimento, há a saída do embrião que, em contato com a luz e com a presença de clorofila, vai deixar emergir um pequeno rebento verde que, aliás, crescerá bastante depressa. Podemos ter rebentos de sementes de cereais, leguminosas e de vegetais.

Germinação

É um processo em que há uma grande reabsorção de água e toda a energia latente da semente é libertada, originando a planta completa. É através deste processo que o amido é hidrolisado e convertido em açúcares simples, as proteínas decompostas em aminoácidos, as enzimas e as vitaminas são sintetizadas e os minerais ficam disponíveis para posteriores utilizações.

Este processo pode se assemelhar à cozedura no ponto de vista de serem os dois uma pré-digestão, mas com uma tônica diferente, ou seja, enquanto que na germinação está-se a dar a síntese e a hidrólise de nutrimentos para que fiquem disponíveis ao nosso organismo, na cozedura há uma perda nutricional devido às elevadas temperaturas que são atingidas.

Quais as sementes mais utilizadas

Normalmente as mais utilizadas são as do agrião, soja, alfafa, rabanete, couves, lentilha, feijão mungo, girassol, rábano, grão-de-bico, girassol, ervilha, entre outras.

O porquê do seu consumo

A quantidade de vitaminas aumenta substancialmente quando as sementes germinam. Isto faz com que este tipo de alimentos seja bastante rico em antioxidantes – como exemplo temos as vitaminas A, C e E –, e as vitaminas do complexo B.

Para além das funções reguladoras, as vitaminas antioxidantes vão neutralizar os radicais livres (compostos cancerígenos) que se encontram no organismo, derivados das reações químicas que ocorrem.

http://moodmagazine.pt

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então Curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: