Vacina da gripe de 2018 deverá ter apenas 20% de eficácia

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Ineficácia da vacina da gripe

Pesquisadores da Universidade de Rice (EUA) estão prevendo que a vacina contra a gripe que está sendo oferecida neste outono no Hemisfério Norte deverá ter a mesma baixa eficácia contra a cepa dominante da gripe A que as vacinas aplicadas em 2016 e 2017 devido a mutações virais relacionadas à produção da vacina em ovos.

Essa vacina de outono é praticamente a mesma que está sendo ofertada no Brasil a partir desta semana, que contém um vírus similar ao vírus influenza A/Michigan/45/2015 (H1N1)pdm09, um vírus similar ao vírus influenza A/Singapore/INFIMH-16-0019/2016 (H3N2) e um vírus similar ao vírus influenza B/Phuket/3073/2013. A vacina norte-americana tem ainda um vírus similar ao vírus influenza B/Colorado/06/2017.

A vacina contra a gripe que está sendo oferecida agora é diferente da que foi ofertada no inverno (verão no Hemisfério Sul) e apresenta uma nova formulação do H3N2 pela primeira vez desde 2015, dizem os autores em seu artigo publicado na revista Clinical Infectious Diseases.

Melia Bonomo e Michael Deem fizeram sua previsão usando uma técnica conhecida como pEpitope, desenvolvida como uma alternativa mais rápida e barata do que o uso de animais para avaliar a eficácia das formulações propostas de vacinas contra a gripe. É um método computacional que mede diferenças críticas nas sequências genéticas das cepas de gripe. O método pEpitope cobre 77% dos fatores que afetam a eficácia da vacina em seres humanos, tendo sido validado depois de prever com precisão a eficácia das vacinas contra a gripe ofertadas nos últimos 40 anos.

“A vacina foi alterada para 2018-19, mas infelizmente ainda contém duas mutações críticas que surgem do processo de produção de vacinas baseadas em ovos,” disse Michael Deem. “Nosso estudo descobriu que essas mesmas mutações reduziram pela metade a eficácia das vacinas contra a gripe nas duas últimas temporadas, e nossa expectativa é que elas reduzam a eficácia da próxima vacina de maneira semelhante”.

Eficácia da vacina

Os dados completos de eficácia para a temporada de gripe 2017-2018 ainda estão sendo compilados, mas o pEpitope previu que deverá estar em torno de 19% contra o H3N2, o tipo de influenza A que mais infectou pessoas nos EUA nos últimos dois anos, causando quase 50 mil morte neste último inverno.

E é justamente o H3N2 que tem posto em xeque a eficácia da vacina contra a gripe.

A FDA (Food and Drug Administration) escolheu a mesma formulação de vacina em 2017 e 2016 em parte porque a cepa circulante dominante permaneceu a mesma. Em 2016, a vacina teve uma eficácia de 20%, quase idêntica à eficácia de 19% prevista pela equipe.

A eficácia é a medida de quão eficaz uma vacina é para proteger a população em geral. Uma eficácia de 20% significa que, em uma população, apenas 20% menos pessoas vacinadas contrairão a gripe em comparação com as pessoas não vacinadas.

http://www.diariodasaude.com.br

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s