Bênção de Nahuatl

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Liberto meus pais de sentir que eles não puderam me dar tudo em que acreditam terem falhado. Eu os amo e agradeço por terem sido o instrumento da vida para que eu esteja aqui hoje.

Eu liberto meus filhos da necessidade de ampliar meu ego, de querer satisfazer os desejos ou objetivos que eu não cumpri para mim ou de que eles se sintam obrigados a me orgulhar.
Peço-lhes que escrevam suas próprias histórias de acordo com suas vontades de experimentar e com o que alegra seus corações.

Eu liberto meu parceiro da obrigação de me completar. Estou completo (a). Nada me falta, tudo está dentro de mim e minha felicidade depende de mim. Aprendo e evoluo com cada um de meus relacionamentos e, se falhamos, também fui responsável por atrair essa situação.

Eu liberto meus irmãos de qualquer culpa que sentem por mim, ou de fazê-los acreditar que me machucaram, ou se em qualquer momento eu os ofendi, ignorei ou neguei. Em nenhum momento minha intenção foi de viver suas vidas, nem de impedir suas experiências ou fazê-los pensar que não poderiam fazer bem ou que eu pudesse fazer melhor do que eles. Eu os amo. Agora estou ciente de que estão fazendo o melhor que podem fazer e confio plenamente em suas habilidades e pontos fortes para descobrir a vida maravilhosa que sempre sonharam pra eles.

Para meus avós e antepassados ??que foram se encontrando para que eu, hoje, aqui respire a vida em seus nomes, liberto-os das falhas do passado e dos desejos que não cumpriram. Consciente de que tudo o que fizeram foi o melhor que puderam fazer para resolver cada uma das situações que enfrentavam, com os recursos que tiveram desde o nível de consciência que tinham naquele momento. Eu os honro com a minha vida, fazendo o melhor que posso para fazê-la feliz, digna e próspera. Eu os amo e reconheço todos e cada um deles. Sob seus olhares expresso minha gratidão e todo meu amor para que saibam que não escondo nem devo nada além de ser fiel a mim mesmo e a minha própria existência, dessa forma eu os honro. O que aprendi com todos me faz ser quem sou e me permite traçar o caminho da minha vida com sabedoria, consciente de que estou cumprindo meu projeto de vida, livre de lealdades familiares invisíveis e visíveis, livre de laços e crenças que possam perturbar minha Saúde e Alegria, minha Paz e Felicidade.

Eu renuncio ao papel de Salvador(a) e Redentor(a), de ser aquele(a) que une ou cumpre expectativas alheias. Aprendendo através e somente através do Amor/aceitação, permitindo a cada um Ser como quer e me permitindo Ser como realmente sou.

Eu abençoo a essência mais expandida do meu Ser que é Maravilhosa, Esplêndida e Notável (Eu Sou), que através da minha forma única de me expressar e mesmo que alguém não possa me entender, eu apenas me expresso como sou, porque só Eu vivi e experimentei minha própria história, porque eu conheço a mim mesmo, sei quem sou, o que sinto, o que faço e por que faço. Me aceito, me respeito, me aprovo e me responsabilizo apenas por mim, com amor/aceitação e compreensão.

Honro a Divindade em mim e em você. Agora somos livres para nos amar. Eu te amo/Eu te aceito em minha vida e experiência de vida.

Grato(a).

fonte: Recebido pelos grupos de whats/telegram.

PS: O náuatle (português brasileiro) ou nauatle (português europeu), também chamado de asteca ou mexicano em sua fase clássica, (pronúncia nativa: [ˈnaːwatɬ] (ouvir)) é uma língua pertencente à família uto-asteca, usada pelos povos de mesmo nome e falada no território atualmente correspondente à região central do México desde pelo menos o século VII. No final do século XX, era falada por pouco menos de um milhão e meio de pessoas. https://pt.wikipedia.org/wiki/L%C3%ADngua_n%C3%A1uatle

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Anúncios

Analgésicos comuns podem influenciar pensamentos e emoções

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Efeitos psicológicos dos analgésicos

Medicamentos contra dores vendidos legalmente sem exigência de receita médica, como o ibuprofeno e o acetaminofeno, podem influenciar a forma como as pessoas processam informações, como elas experienciam sentimentos de perda e como reagem a imagens emocionalmente evocativas.

Essa conexão inesperada entre analgésicos e comportamentos negativos e efeitos psicológicos foi revelada por Kyle Ratner, Amanda Kaczmarek e Youngki Hong, pesquisadores da Universidade da Califórnia em Santa Bárbara (EUA), e está descrita em um artigo publicado na revista científica Policy Insights das Behavioral and Brain Sciences.

A conclusão veio depois que a equipe revisou todas as pesquisas anteriores sobre o assunto. Os dados sugerem que os analgésicos podem influenciar os indivíduos de várias maneiras.

Aumento da sensibilidade a experiências emocionalmente dolorosas

Em comparação com aquelas que tomaram placebos, mulheres que tomaram uma dose de ibuprofeno relataram menos sentimentos de dor emocional ante experiências emocionalmente dolorosas, como serem excluídas de um jogo ou quando escreviam sobre um episódio passado em que foram traídas. Os homens mostraram o padrão oposto.

Capacidade de simpatizar com a dor dos outros

Em comparação com aqueles que tomaram placebos, indivíduos que tomaram uma dose de acetaminofeno ficaram menos emocionados quando leram sobre uma pessoa com dor física ou emocional, e relataram menos consideração pela pessoa em sofrimento.

Capacidade de processar informações

Em comparação com aqueles que tomaram placebos, indivíduos que tomaram uma dose de acetaminofeno cometeram mais erros de omissão em um jogo no qual deviam, em várias ocasiões, realizar ou não realizar uma tarefa. O aumento no número de erros cometidos também foi verificado com o paracetamol.

Reações a objetos emocionais

Indivíduos que tomaram uma dose de acetaminofeno avaliaram fotografias agradáveis e desagradáveis de forma menos extrema do que aqueles que tomaram placebos.

Desconforto de se separar de bens materiais

Quando solicitados a definir um preço de venda de um objeto que possuíam, indivíduos que tomaram uma dose de acetaminofeno colocaram preços que eram mais baratos do que os preços estabelecidos por indivíduos que tomaram placebos.

Resultados alarmantes

“De muitas maneiras, os resultados revisados são alarmantes,” escreveu a equipe. “Os consumidores assumem que, quando tomam uma medicação para dor sem exigência de receita médica, aliviarão seus sintomas físicos, mas não preveem efeitos psicológicos mais amplos”.

A equipe também afirma que, embora esses medicamentos possam ter um novo potencial para ajudar as pessoas a lidar com sentimentos feridos, é necessário realizar mais pesquisas para examinar a eficácia e determinar se haveria efeitos negativos quando combinados com outros medicamentos ou para pessoas com depressão e que têm dificuldade em sentir prazer.

http://www.diariodasaude.com.br

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Metástase do câncer é reduzida com alteração na dieta

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Asparagina

Um aminoácido chamado asparagina é essencial para a propagação do câncer de mama. Sendo assim, controlar sua concentração no organismo torna possível impedir que as células cancerosas invadam outras partes do corpo.

Essa inibição da metástase do câncer de mama pela restrição da asparagina acaba de ser testada com sucesso em animais de laboratório.

Isto é importante porque a maioria das pacientes com câncer de mama não morre do tumor primário, mas da disseminação do câncer para os pulmões, cérebro, ossos ou outros órgãos. Para poder se espalhar, as células cancerosas precisam primeiro deixar o tumor original, sobreviver no sangue como células tumorais circulantes, e depois colonizar outros órgãos.

Logo, encontrar maneiras de impedir que isso aconteça é fundamental para aumentar a sobrevivência das pacientes.

Nosso corpo produz asparagina, mas o composto também é encontrado em nossa dieta, com concentrações mais altas em alguns alimentos que incluem aspargos, soja, produtos lácteos, carnes de aves e frutos do mar.

Dieta mais quimioterapia

Pesquisadores do Cancer Research UK, em Cambridge (Reino Unido) bloquearam a produção de asparagina usando uma droga chamada L-asparaginase. Os animais de laboratório também foram submetidos a uma dieta de baixa asparagina. Em conjunto, o tratamento reduziu consideravelmente a capacidade do câncer de mama de se espalhar.

A equipe espera que a terapia, sobretudo a dieta que restringe alimentos ricos em asparagina, possa ser usada em conjunto com os tratamentos convencionais, como a quimioterapia, para reduzir a propagação da doença e melhorar os prognósticos.

Além disso, a mesma terapia pode ter implicações para outros tipos de câncer, incluindo câncer de rim e cabeça e pescoço.

“Este resultado adiciona informações vitais para a nossa compreensão de como podemos parar a propagação do câncer – o principal motivo pelo qual os pacientes morrem da doença. No futuro, restringir este aminoácido através de um plano de dieta controlada ou por outros meios poderá ser uma parte adicional do tratamento para alguns pacientes com câncer de mama e outros tipos de câncer,” resumiu o Dr. Greg Hannon, principal responsável pelos testes, que foram descritos em um artigo na revista Nature.

http://www.diariodasaude.com.br

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Falta de magnésio impede que corpo aproveite vitamina D

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Vitamina D e magnésio

Inúmeras pesquisas têm mostrado que a vitamina D é mais importante para a nossa saúde do que se pensava e que níveis adequados de vitamina D são essenciais para um envelhecimento saudável.

Mas há uma ressalva: para elevar seus níveis de vitamina D, preferencialmente tomando Sol moderadamente, não esqueça o magnésio.

Uma revisão publicada pela Associação Osteopática Norte-Americana mostra que a vitamina D não pode ser metabolizada sem níveis suficientes de magnésio, o que significa que a vitamina D permanece armazenada e inativa em até 50% das pessoas.

Riscos dos suplementos de vitamina D

“As pessoas estão tomando suplementos de vitamina D, mas não percebem como ele é metabolizado. Sem magnésio, a vitamina D [na forma de suplementos] não é realmente útil ou segura,” explicam os pesquisadores Anne Marie Uwitonze e Mohammed Razzaque em um artigo publicado no The Journal of the American Osteopathic Association.

Razzaque acrescenta que o consumo de suplementos de vitamina D pode aumentar os níveis de cálcio e fosfato de uma pessoa, mesmo que ela permaneça deficiente em vitamina D. O problema é que as pessoas podem sofrer de calcificação vascular se seus níveis de magnésio não forem suficientemente altos para prevenir a complicação.

Magnésio

O magnésio é o quarto mineral mais abundante no corpo humano, depois do cálcio, potássio e sódio.

A média diária recomendada de ingestão de magnésio é de 420 mg para homens e 320 mg para mulheres.

Os alimentos com alto teor de magnésio incluem:

Amêndoas, bananas, feijão, brócolis, arroz integral, castanha de caju, gema de ovo, óleo de peixe, linhaça, vegetais verdes, leite, cogumelos, nozes, aveia, sementes de abóbora, sementes de gergelim, soja, sementes de girassol, milho, tofu e grãos integrais.

O consumo de magnésio de alimentos naturais diminuiu nas últimas décadas, devido à agricultura industrializada e mudanças nos hábitos alimentares. Os níveis de magnésio são baixos em populações que consomem alimentos processados, que se baseiam mais em grãos refinados, gorduras, fosfatos e açúcar.

Falta de magnésio e vitamina D

Pacientes com níveis ótimos de magnésio exigem menos suplementação de vitamina D para atingir níveis suficientes do composto no organismo. O magnésio também reduz a osteoporose, ajudando a mitigar o risco de fraturas ósseas, que podem ser atribuídas a níveis baixos de vitamina D, destacam os pesquisadores.

A deficiência em qualquer um desses nutrientes – magnésio e vitamina D – está associada a vários distúrbios, incluindo deformidades esqueléticas, doenças cardiovasculares e síndrome metabólica.

http://www.diariodasaude.com.br

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Há microplásticos na água da torneira. E você também é responsável por isso

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Há microplásticos na água da torneira de todo o mundo, inclusive no Brasil – E você também é responsável por isso.

Veja o vídeo no final da matéria! »

Ao longo de dez meses a Orb Media (organização sem fins lucrativos situada nos Estados Unidos) realizou uma pesquisa sobre o plástico em água de torneiras em diversos lugares do mundo com participação de várias organizações no mundo todo como, por exemplo, a Folha de São Paulo, um dos maiores jornais do Brasil. Os resultados foram alarmantes pois 83 por cento das amostras coletadas continham fibras de plástico, também chamadas de microplásticos. Segundo os autores do estudo, estamos vivendo na ‘Era Plástica’ e a contaminação provavelmente não está limitada somente à nossa água.

Segundo a Orb Media este foi o primeiro estudo científico público do tipo e contou com a parceria de um pesquisador da Escola de Saúde Pública da Universidade de Minnesota, nos EUA. Os autores da pesquisa testaram a água da torneira nos Estados Unidos, Europa, Indonésia, Índia, Líbano, Uganda, Equador e Brasil.

Segundo os pesquisadores, os microplásticos que contaminam nossas águas vêm de uma variedade de fontes, entre elas estão as roupas sintéticas, as poeiras de pneus e até mesmo plásticos encontrados em produtos de higiene e beleza, como pastas de dentes e cosméticos. “Foram produzidos mais plástico nos últimos dez anos do que em todo o século passado”, alerta o relatório.

“Isso deve servir de alerta”, diz Muhammad Yanus, Prêmio Nobel da Paz de 2006. “Sabíamos que esse plástico voltava para nós por meio da cadeia alimentar. Agora vemos que está voltando para nós na nossa água de beber”.

Como era de se esperar, os Estados Unidos foram os recordistas com 94% de amostras com plástico na água da torneira. Os pesquisadores detectaram as fibras plásticas até mesmo na sede da Agência de Proteção Ambiental norte-americana, edifícios do Congresso e na Trump Tower em Nova York. O número de fibras encontrado na água de torneira do Trump Grill (na Trump Tower) foi semelhante ao encontrado nas amostras de Beirute, no Líbano. A Europa tinha o mínimo, porém, os plásticos foram encontrados em 72% das amostras lá.

O jornal Folha de São Paulo também participou do estudo enviando 10 amostras de água da cidades de São Paulo. Segundo matéria publicada no site do jornal, 9 entre 10 amostras continham fragmentos de plástico com números semelhantes aos encontrados ao redor do mundo.

A Orb encontrou plástico em água engarrafada e em casas que usam filtros de osmose reversas (aqueles aparelhos que empregam membranas semipermeáveis para retirar partículas do líquido, incluindo as bactérias).

Se, por um lado, existem pessoas como Albert Appleton, ex-superintendente do departamento de água de Nova York que dizem que “não se pode decidir se esse é um problema real até entender como ele afeta o organismo humano”, existem outras pessoas como Sherri Ann Mason, da Universidade do Estado de Nova York, que supervisionou parte dos estudos que dizem que “temos dados suficientes, vindos da análise da vida selvagem e dos impactos que ele está tendo sobre a os animais selvagens. Se isso está afetando [a vida selvagem], como podemos achar que não vai nos afetar de alguma forma?”

Essas fibras se acumulam no intestino humano? São prejudiciais para nossa saúde? Será que se esse material poderia, antes de entrar e ser acumulado no nosso corpo, absorver desreguladores endócrinos (moléculas capazes de alterar o sistema hormonal)? Essas são algumas das dúvidas que estão surgindo mas ainda não existem estudos conclusivos que possam ser levados em conta para responder a elas.

Enquanto não temos respostas a algumas perguntas podemos já começar a pensar num futuro com a solução para o problema. E é isso que algumas cidades estão começando a fazer. “Uma diminuição da velocidade do processo de tratamento de esgoto permitiria a captura de mais fibras de plástico” disse Kartik Chandran, um engenheiro ambiental da Universidade Columbia (EUA). Isso, também tem que ser bem feito e planejado já que aumentaria o custo do processo. Aqui no Brasil, por exemplo, onde o tratamento de esgoto não é algo que atinge a todas as cidades isso é um problema grande a ser resolvido.

Outra solução é criar substâncias mais seguras e que sejam tão convenientes ao uso humano quanto o plástico que estamos acostumados a utilizar hoje em dia. Esse tipo de solução já vem sendo estudado pelo mundo. Um exemplo disso é o bioplástico feito com mandioca que já foi assunto nesta página. Caso você ainda não tenha lido o artigo, clique aqui para conhecer mais. Outro exemplo é a embalagem ecológia criada por brasileiros para substituir os plásticos filmes. Clique aqui caso queira conhecer esse projeto.

“Já que o problema do plástico foi criado exclusivamente pelos seres humanos, por causa da nossa indiferença, ele pode ser resolvido pelos seres humanos, se prestarmos atenção nele”, sugere Muhhamad Yunus. “Agora, o que precisamos é de determinação para resolver isso antes de sofrermos maiores consequências”.

A utilização de filtros domésticos para máquinas de lavar roupas específicos para microfibras é um exemplo de solução que vem ganhando popularidade como forma de reduzir essa poluição dos microplásticos.

DE ONDE VEM?

Abaixo, podemos ver alguns dos motivos desse aparecimento dos microplásticos nas torneiras.

1 – Fibras sintéticas de lavagem – Roupas sintéticas como lã, acrílico e poliéster emitem milhares de fibras microscópicas em cada lavagem. Cerca de 1 milhão de toneladas dessas pequenas fibras são descarregadas em águas residuais a cada ano, onde mais de metade acaba evadindo o sistema de tratamento de esgoto e escapar para o meio ambiente;

2 – Pó de pneu – O pó de pneu de estireno e butadieno é lavado em esgotos, e de lá em córregos, rios e oceanos. Carros e caminhões emitem mais de 20 gramas de poeira de pneus por cada 100 quilômetros que dirigem. A Noruega, por exemplo, produz 1 kg de poeira de pneus a cada ano para cada mulher, homem e criança noruegueses.

3 – Pinturas – Poeira das marcas rodoviárias, pintura do navio e de pintura de casas. A tinta contribui com mais de 10% poluição dos micro plásticos nos oceanos. Estudos mostram que a poeira da tinta cobre a superfície do oceano.

4 – Microplásticos secundários – Pelo menos 8 milhões de toneladas de resíduos plásticos chegam aos oceanos, rios e lagos do mundo a cada ano. Esses materiais como recipientes, sacolas e outros materiais para viagem se desfazem e se fragmentam nos mares, dividindo-se em peças cada vez menores para juntar-se às cadeias alimentares marinhas e humanas – os microplásticos do futuro. Produzimos mais plástico nos últimos 10 anos do que em todo o século passado.

5 – Fibras sintéticas no ar – Os cientistas só começaram a examinar como as fibras microscópicas atingem a atmosfera e seu papel como fonte de terra e marinha
poluição. Um palpite é que a abrasão comum – o simples atrito de seus membros escovando uns contra os outros – faz com que os micropedaços de roupas se quebrem no ar, como um gato que derrama peles. Um estudo de 2015 em Paris estimou que entre três e dez toneladas de fibras aéreas alcançam a superfície da cidade a cada ano.

6 – Microesferas – Banido em limpadores faciais e alguns cosméticos nos EUA e Canadá, estima-se que mais mais de 8 trilhões de microesferas poluíram as vias navegáveis dos EUA em 2015.

Fica claro que todos nós temos uma parcela de culpa disso. Temos que mudar nossos hábitos para evitar ao máximo a utilização dos materiais que podem gerar esses resíduos. Cabe a nós mudar o mundo!

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais! Vamos fazer chegar ao máximo de pessoas possível para tentar mudar a vida de outras pessoas e melhorar o mundo! Não precisa ser só para os amigos engenheiros ou arquitetos! Vamos divulgar as novidades da engenharia e tecnologia para todos!

E para finalizar, um vídeo de 2 minutos que explica a dramática situação do microplástico no ambiente:

Microplástico: A partir deste ano, proibido também no Reino Unido e Canadá

Em 2018, entrou em vigor nestes países a proibição do uso das microesferas plásticas muito usadas em cosméticos e em produtos de higiene pessoal. Ao proibir a produção dessa praga, os microplásticos não mais poderão ser encontrados em vários produtos, evitando assim, sérios danos à vida marinha.

O problema do microplástico é muito sério e nós já falamos aqui várias vezes sobre ele. Agora, mais dois outros países estão dando o o exemplo de proibir a fabricação e o uso deste material.

Como explicou o The Guardian, a proibição no Reino Unido foi inicialmente aprovada em 2016 e, a partir deste mês de 2018 está proibida a produção de microesferas plásticas, enquanto a proibição da venda de produtos contendo este material, entrará em vigor a partir de julho deste ano. A partir de 30 de junho de 2018 serão completamente removidos das prateleiras das lojas britânicas, os produtos que contenham microplásticos.

O Greenpeace Uk explicou que até 12 milhões de toneladas de plástico acabam todos os anos no oceano, o equivalente a um caminhão de lixo por minuto!!! Uma vez que esses microplásticos acabam no meio ambiente, eles podem causar a sufocação dos animais que habitam o mar. Mas não só isso. O microplástico também foi encontrado no sal marinho, na nossa água potável e na cadeia alimentar.

“Nossos mares se tornaram um aterro de resíduos plásticos, incluindo de microplásticos, que são tão nocivos à vida selvagem e aos ecossistemas quanto aos objetos plásticos maiores, mesmo sendo menos visíveis”, explica a associação.

Por sua vez, a ministra britânica do Meio Ambiente, Thérèse Coffey, acrescentou:

“Os oceanos do mundo são alguns de nossos recursos naturais mais preciosos e estou determinada a intervir agora para enfrentar o plástico que devasta a nossa preciosa vida marinha, e agora que alcançamos esse importante marco, tentaremos entender como estendê-lo globalmente e eliminar outros tipos de resíduos plásticos”.

O Canadá também decidiu dar o seu adeus ao microplástico neste ano de 2018. Outros países, incluindo os Estados Unidos, a Irlanda e a Nova Zelândia, o fizeram em anos anteriores.

*

Tem dúvidas, críticas, sugestões? Divida comigo e me ajude a melhorar esse blog! Faça seu comentário!

Fontes:
https://orbmedia.org/stories/Invisibles_plastics
http://ciclovivo.com.br/noticia/fragmentos-plasticos-estao-presentes-em-83-de-agua-da-torneira-de-todo-mundo/
http://www1.folha.uol.com.br/ambiente/2017/09/1916146-ha-microplasticos-na-agua-da-torneira-de-todo-o-mundo-inclusive-no-brasil.shtml
https://www.greenme.com.br/informar-se/lixo-e-reciclagem/6230-microplastico-proibido-reino-unido-e-canada

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Solidão do bem: Para acalmar suas emoções, passe 15 minutos a sós

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Controle das emoções

Esqueça 100 anos de solidão – 15 minutos podem ser suficientes para que você acione seu botão de reinicialização mental e emocional.

Estar sozinho diminui as emoções fortes de uma pessoa – positivas e negativas -, induzindo um estado de calma.

Ao atenuar esses picos e vales emocionais, a solidão pode ser uma ferramenta útil para a autorregulação das emoções – garantido que a pessoa esteja só porque optou ativamente por estar sozinha, e não por alguma eventualidade fora de seu controle.

“A solidão pode ser valiosa e útil às vezes, particularmente quando queremos desligar por uns poucos momentos,” garante a pesquisadora Thuy-vy Nguyen, da Universidade de Rochester (EUA).

A conclusão surpreende porque o tempo a sós tem sido correlacionado com rejeição social, fuga e isolamento, timidez e tristeza pela falta de companhia. Nguyen afirma que essa visão não corresponde à visão total da solidão.

Seus resultados mostram que, no geral, a solidão tem um efeito de atenuação não apenas sobre a ativação das emoções positivas, mas também sobre as emoções negativas mais fortes, deixando as pessoas mais tranquilas, mais relaxadas, menos irritadas e menos ansiosas. E os experimentos com voluntários mostraram que bastam 15 minutos para que esses efeitos surjam.

“A solidão muda a intensidade da nossa experiência interna, tanto positiva quanto negativa. O tempo sozinho acentua emoções mais sutis, enquanto reduz o nível dos sentimentos mais fortes,” disse a pesquisadora.

Benefícios da solidão

Para usufruir desses efeitos benéficos da solidão, Nguyen orienta que a pessoa precisa estar sozinha, sem qualquer interação social e sem aparelhos eletrônicos. O mesmo efeito calmante emerge quando a pessoa fica sozinha e se dedica a uma atividade silenciosa, como a leitura.

A autonomia presente na solidão – poder escolher o que pensar ou escolher ativamente passar o tempo sozinho – não apenas protege contra os efeitos negativos da solidão sobre as emoções, mas também otimiza o efeito benéfico da solidão sobre os níveis de relaxamento e estresse de uma pessoa.

“Quando as pessoas voluntariamente passam o tempo sozinhas, elas colhem os maiores benefícios – algo que, é claro, sempre foi parte da sabedoria e das práticas antigas. Aqui, simplesmente demonstramos as mudanças emocionais que explicam esses benefícios,” resumiu o professor Richard Ryan, orientador do estudo.

http://www.diariodasaude.com.br

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Documentos importantes sobre Fosfoetanolamina

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Reunimos aqui, para a apreciação de todos interessados, documentos importantes na trajetória de luta pela liberação do uso compassivo da Fosfoetanolamina Sintética. Tais documentos se prestam a corroborar o histórico de acontecimentos até o presente momento, a fim de elucidar dúvidas dos interessados neste tema.

1. Parecer do Ministério da Saúde, que designa ao Hospital Amaral Carvalho, em Jaú, São Paulo, a realização de testes clínicos acerca da Fosfoetanolamina Sintética, em 1995: http://bit.ly/28OWWlC

2. Contrato de Convênio de Cooperação Científica firmado entre a USP e o Hospital Amaral Carvalho para a realização dos testes clínicos de 1995 a 2000: http://bit.ly/28Knu9K (obs.: não existe um documento oficial de quebra deste contrato)

3. Trecho do vídeo da audiência pública no Senado Federal, em que o Dr. Gilberto Chierice questiona o representante do Ministério da Saúde sobre onde estão os dados dos estudos realizados pelo Hospital Amaral Carvalho: https://goo.gl/OQ04hF

4. Relatório do teste de toxicidade feito pelo Hospital Amaral Carvalho: http://bit.ly/28Nvtzt

5. Reportagem exibida no programa Domingo Espetacular, em 25 de Outubro de 2015, mostrando os documentos que comprovam as tentativas de realização de testes clínicos com a Fosfoetanolamina: http://goo.gl/TShXLS

6. Lista de presença de reunião realizada entre o Dr. Gilberto, Ministério da Saúde e ANVISA (que nega ter realizado reunião com os pesquisadores): https://goo.gl/1avaSP

7. Documento emitido pela Defensoria Pública da União solicitando explicações sobre os primeiros testes realizados pelo Ministério de Ciência e Tecnologia, que foram fraudados: http://bit.ly/28KdD02

8. Documento emitido pelo CIEnP, que relata, retifica e admite os resultados de estudo em que foram usadas cápsulas sintetizadas pela UNICAMP no lugar das cápsulas da USP (Dr. Gilberto Chierice), que são o objeto do estudo em questão: http://bit.ly/28KdSYV.

9. Relatórios do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação que concluem que a Fosfoetanolamina Sintética Bioidêntica, sintetizada pelo Dr. Gilberto Chierice não é tóxica e não faz mal algum ao organismo humano: http://goo.gl/kt81td e http://goo.gl/zNhhQp. É possível também ouvir as palavras do Ex-Ministro do MCTI, Sr. Celso Pansera: https://goo.gl/aiog7B.

10. Relatório do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação informando que substância demonstrou eficácia contra o melanoma, entretanto, na dosagem indicada pelos pesquisadores desenvolvedores da síntese, qual seja, 500mg e não 200mg: http://goo.gl/yq061p. Ressalte-se que no teste acima a fosfoetanolamina sintética, que não é um medicamento quimioterápico, mas um marcador tumoral, que não causa qualquer dano ou efeito colateral ao organismo, foi testado tendo como comparativo um quimioterápico chamado CISPLATINA, cujo um dos efeitos colaterais pode ser surdez definitiva, entre outros, muito desagradáveis, conforme descrito na bula do medicamento: http://goo.gl/P5CgD8. Um questionamento que fica: O relatório cita que as cobaias submetidas à Fosfoetanolamina foram sacrificadas após o término do estudo. O que ocorreu com as cobaias submetidas a Cisplatina ao final do estudo? Esta informação foi omitida. Por que?

11. Importante artigo científico sobre a eficácia da Quimioterapia: http://1.usa.gov/28KBlhn.

12. Documentos de prescrições de fosfoetanolamina sintética e encaminhamento de pacientes para Dr. Gilberto Chierice, emitidos por médicos: https://goo.gl/QhqSYk e http://bit.ly/28L5TiQ

13. Prescrições médicas para uso de fosfoetanolamina sintética: http://bit.ly/28M6Pl2, http://bit.ly/28L66SO e http://bit.ly/28M73ch.

14. A fosfoetanolamina está presente no leite materno. Cada 100mL de leite materno tem uma concentração de 10µmol de fosfoetanolamina, o que torna a substância o mais importante aminoácido livre não-protéico consumido por uma criança durante o período da amamentação. No livro “Breastfeeding: A Guide for the Medical Professional”, que já está em sua sétima edição, é possível obter a informação da presença de fosfoetanolamina no leite materno (pg.117): http://www.imgur.com/GSduXgO?r

15. Vídeo da íntegra da audiência pública no Senado Federal, realizada com o objetivo de debater os resultados obtidos nos estudos do Ministério da Ciência e Tecnologia (muito esclarecedora): https://goo.gl/Yia4Wt

16. Documentário Câncer – A cura proibida: https://goo.gl/4vdd1y

17. Compêndio de vídeos contendo relatos de pacientes que fizeram uso da substância: https://goo.gl/5gJdfX, https://goo.gl/4wq4wP e https://goo.gl/T9pi8Z.

18. Parecer sobre a Fosfoetanolamina Sintética, emitido pela Dra. Christiane Silva Souza, Biomédica, Mestre e Doutora em Fisiologia Humana a pedido do MPF: https://goo.gl/8Hj7By

19. Dr. Durvanei Maria, pesquisador da equipe, destaca que a fosfoetanolamina age em células tumorais e não em células normais: https://goo.gl/unA5MJ

20. Artigos Científicos sobre a Fosfoetanolamina Sintética:

– Tese de Mestrado do Dr. Renato Meneguelo: efeitos antiproliferativos e apoptóticos da Fosfoetanolamina Sintética no Melanoma B16F10: http://goo.gl/dqSoFs

– Synthetic Phosphoethanolamine Induces Apoptosis Through Caspase-3 Pathway by Decreasing Expression of Bax/Bad Protein and Changes Cell Cycle in Melanoma | Journal of Cancer Science & Terapy | http://bit.ly/28JkBDj

– Synthetic phosphoethanolamine a precursor of membrane phospholipids reduce tumor growth in mice bearing melanoma B16-F10 and in vitro induce apoptosis and arrest in G2/M phase | Biomedicine & Pharmacotherapy Journal | http://bit.ly/28K9XfC

– Synthetic phosphoethanolamine has in vitro and in vivoanti-leukemia effects | British Journal of Cancer | http://go.nature.com/28LkUQ7

– Anti-Angiogenic and Anti-Metastatic Activity of Synthetic Phosphoethanolamine | Plos One Journal | http://bit.ly/28P06pg

– Synthetic phosphoethanolamine induces cell cycle arrest and apoptosis in human breast cancer MCF-7 cells through the mitochondrial pathway | Biomedicine & Pharmacotherapy Journal | http://1.usa.gov/28OZWOW

– Potential antitumor activity of novel DODAC/PHO-S liposomes | International Journal of Nanomedicine | http://1.usa.gov/292x83S

– Anticancer Effects of Synthetic Phosphoethanolamine on Ehrlich Ascites Tumor: An Experimental Study | The International Institute of Anticancer Research | http://bit.ly/28ZlmpS

– The effect of phosphoethanolamine intake on mortality and macrophage activity in mice with solid ehrlich tumors | Brazilian Archives of Biology and Technology | http://goo.gl/Au1PrR

– Metabolomics identifies the intersection of phosphoethanolamine with menaquinone-triggered apoptosis in an in vitro model of leukemia | Molecular BioSystems Journal | http://goo.gl/49AafK

– Avaliação dos efeitos antiproliferativos e de apoptose da formulação lipossomal DODAC associado à fosfoetanolamina sintética em células de carcinoma espinocelular de cavidade oral | Biblioteca Virtual FAPESP | http://goo.gl/77ZSHJ

– Alquil fosfatado sintético precursor dos fosfolipídios de membrana celular com potencial efeito antitumoral e apoptótico em modelos de tumores experimentais | Biblioteca Virtual FAPESP | http://goo.gl/l11Znx

– Estudo da citotoxicidade da formulação lipossomal DODAB com o composto fosfoetanolamina sintética em linhagens de células tumorais de hepatocarcinoma | Biblioteca Virtual FAPESP | http://goo.gl/VgG31Y

– Avaliação antitumoral da formulação lipossomal DODAC com o composto fosfoetanolamina sintética em células tumorais de mama humana | Biblioteca Virtual FAPESP | http://goo.gl/FDNnQu

“Quando médicos diferem, o paciente MORRE!” – Confúcio

Para manter-se informado sobre a Fosfoetanolamina Sintética:

Curta a fanpage, no facebook: http://www.facebook.com/fosfoetanolaminatestimonials.

PARA FAZER DOWNLOAD DESTA LISTA, CLIQUE AQUI: https://goo.gl/WEV8JY

Att.
Equipe Fosfoetanolamina

OBS: ESTE DOCUMENTO ESTARÁ SENDO CONSTANTEMENTE ATUALIZADO.

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.