Música de fundo feliz melhora a criatividade

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Música ou silêncio?

Está precisando de inspiração? Uma música de fundo feliz pode ajudar a atrair as musas e lhe dar os impulsos criativos que você procura.

“Pessoas em muitos contextos usam a música para ajudá-las a trabalhar,” afirma Sam Ferguson, da Universidade de Tecnologia de Sidnei (Austrália), que já havia demonstrado que música de alto astral ajuda as pessoas a se sentirem felizes.

Agora ele se juntou à sua colega Simone Ritter, da Universidade Radboud (Holanda), uma especialista em criatividade, em busca de uma melhor compreensão de como os diferentes tipos de música afetam a criatividade.

Para isso, eles compararam diversos tipos de música com o silêncio.

Ser criativo com música

A dupla distribuiu 155 voluntários em cinco grupos. Quatro deles ouviam diferentes tipos de música durante uma série de testes, enquanto o quinto grupo fazia os testes em silêncio.

Os testes foram projetados para avaliar dois tipos de pensamento: o pensamento divergente, que descreve o processo de geração de novas ideias, e o pensamento convergente, que é o meio que usamos para encontrar a melhor solução para um problema.

As pessoas se mostraram mais criativas quando ouviam música que elas próprias classificavam de positiva, apresentando ideias mais exclusivas do que as pessoas que trabalhavam em silêncio.

“Nós também testamos outros trechos musicais que eram tristes, ansiosos e calmos, e não percebemos esse efeito,” conta Ferguson. “Parece que o tipo de música presente é importante, e não apenas qualquer música.”

Resolver problemas em silêncio

No entanto, a música feliz – neste caso, a Primavera, de Antonio Vivaldi – apenas melhorou o pensamento divergente.

Nenhum tipo de música ajudou a melhorar o pensamento convergente, sugerindo que é melhor tentar resolver problemas em silêncio.

http://www.diariodasaude.com.br

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Indústria do açúcar escondeu pesquisa de 50 anos atrás que associava sacarose a doença cardíaca e câncer

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

de Merelyn Cerqueira

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, em San Francisco (EUA), descobriram dados que revelam que a indústria açucareira escondeu uma pesquisa de 1968 que ligava o açúcar ao câncer.

Os documentos, de acordo com informações do Daily Mail, mostram que a Sugar Association, financiou um experimento chamado Projeto 259, em que avaliava os efeitos da sacarose sobre a saúde cardiovascular. No entanto, enquanto os dados mostravam um vínculo claro, a pesquisa foi abortada. Segundo os pesquisadores, se o artigo tivesse sido publicado à época, teria levado a regulamentação do açúcar pela Food and Drug Administration (FDA).

A pesquisa, que foi financiada e projetada pela indústria açucareira, tinha como objetivo dissipar os receios de que os açúcares como a frutose afetavam os lipídios sanguíneos. Mas, conforme descoberto pelos pesquisadores da Universidade da Califórnia, os líderes da indústria frearam a publicação que seria o link mais claro entre o açúcar e doenças já encontrado.

A descoberta, que foi publicada recentemente na revista PLOS Biology, é a mais recente de uma série de relatórios “bombásticos” da pesquisadora investigativa Dra. Cristin Kearns, e o coautor Dr. Stanton Glantz, que foi o primeiro pesquisador a revelar que a Big Tobacco estava escondendo pesquisas sobre o perigo de cigarros em 1996.

Em entrevista ao Daily Mail Online, os pesquisadores explicaram que se o estudo tivesse sido publicado em 1968, como planejado, teria desencadeado automaticamente uma revisão da sacarose pela FDA dos EUA, o que provavelmente levaria à regulamentação do açúcar.

Contudo, ao invés disso, foram necessárias cinco décadas para a comunidade científica chegar a um acordo relativo de que o açúcar é ruim para a saúde e tem um vínculo direto com câncer e doenças cardíacas. “Quanto mais olhamos, mais percebemos que a indústria açucareira sofreu uma compreensão sofisticada da ciência há décadas, sofisticada o suficiente para manipulá-la”, disse o Dr. Glantz. “Este estudo, se tivesse sido publicado, teria sido bastante decisivo à época. Se o trabalho tivesse avançado, teria criado um debate sobre os triglicerídeos e açúcar há décadas”.

O estudo recente é baseado em uma revisão de documentos arquivados. Ele revela que a Sugar Research Foundation (SRF), agora conhecida como Sugar Association, financiou um experimento chamado Projeto 259 para avaliar os efeitos da sacarose sobre a saúde cardiovascular. Mas, como com muitos trabalhos de pesquisa, foi empatado. Agora, os pesquisadores, foram ao SRF para pedir um novo impulso no financiamento para levar a pesquisa ainda mais longe.

Ainda hoje, a Sugar Association, nega que o açúcar tenha qualquer impacto direto sobre a saúde, além do ganho de peso. No ano passado, a organização criticou um estudo feito com ratos que sugeria uma ligação entre o açúcar e crescimento de tumores, dizendo que “nenhuma ligação credível entre açúcares ingeridos e câncer foi estabelecida“.

No entanto, a Dra. Kearns atesta que conhece pelo menos 300 estudos financiados pela própria indústria do açúcar entre 1943 e 1972. “Existe mais material do que tenho a capacidade de escrever”, disse. “Nós precisaremos de muito mais pesquisadores para descobrir tudo”.

“Este tipo de manipulação de pesquisa é semelhante ao que a indústria do tabaco faz”, acrescentou Dr. Glantz. “Este tipo de comportamento questiona os estudos financiados pela indústria açucareira como uma fonte confiável de informações para elaboração de políticas públicas“.

Em uma análise anterior, feita em conjunto com a Dra. Kearns, Dr. Glantz descobriu que a SRF havia financiado secretamente uma revisão de estudos em 1967, pedindo que fossem minimizadas as evidências que ligavam o consumo de sacarose à doença cardíaca coronária.

“Esta descoberta incidental do Projeto 259 demonstrou à SRF que a sacarose e o consumo de amido causou diferentes efeitos metabólicos, sugerindo que a sacarose, ao estimular a beta-glucuronidase urinária, poderia ter um papel na patogênese (causa) do câncer de bexiga”, explicou o pesquisador. Segundo ele, a SRF então descreveu a descoberta em um documento interno em setembro de 1969 como “uma das primeiras demonstrações de uma diferença biológica entre a sacarose e ratos alimentados com amido“.

No entanto, logo após ter aprendido sobre esses resultados – e pouco antes de o projeto de pesquisa estar completo – o grupo encerrou o financiamento para o projeto e não foram encontradas mais informações sobre o trabalho. Então, ao encerrar o Projeto 259, o papel do açúcar nas doenças cardiovasculares foi minimizado.

“Nosso estudo contribui para uma literatura mais ampla de documentação da manipulação industrial da ciência”, disse Dr. Glantz. “Com base na interpretação dos resultados preliminares da ISRF, o aumento do financiamento do Projeto 259 teria sido desfavorável aos interesses comerciais da indústria açucareira“. Portanto, “o financiamento foi interrompido antes que isso acontecesse”.

[ Daily Mail ]

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Atividade física do dia todo é que importa – incluindo esforços esporádicos

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Um pouco de cada vez

Durante décadas, temos sido inundados por uma confusão de mensagens sobre a melhor forma de combater os riscos para a saúde do estilo de vida sedentário: caminhar 10 mil passos por dia, fazer um treino de sete minutos usando um aplicativo de celular e até rodar pneus pesados em acampamentos de fim de semana.

Acontece que qualquer tática de atividade física – mesmo quando feita em pequenos períodos ao longo do dia – resulta na redução do risco de doenças e morte por qualquer causa, afirmam pesquisadores.

“Nos últimos 30 anos, as diretrizes têm sugerido que atividades moderadas a vigorosas podem trazer benefícios à saúde apenas se você mantiver a atividade por 10 minutos ou mais. Isso está estampado nas recomendações de saúde pública que aconselham a subir escadas em vez de usar o elevador e estacionar mais longe do seu destino. Mas isso não leva 10 minutos, então por que eles são recomendados?” questiona o professor William Kraus, da Universidade Duke (EUA).

Os experimentos feitos pela equipe do professor Kraus constataram que breves viagens subindo e descendo escadas de fato devem ser levados em conta e somados aos minutos de exercícios acumulados – você não precisa fazer 10 minutos de uma vez só e menos ainda passar horas na academia, desde que a intensidade dos seus minutos de exercício atinja um nível moderado ou vigoroso.

O esforço moderado foi definido como caminhada rápida em um ritmo que dificulta a conversação. Aumentar esse ritmo para uma corrida seria um exercício vigoroso para a maioria das pessoas.

Soma dos esforços físicos

As melhorias mais dramáticas quanto ao risco geral de morte e doença ocorreram com uma quantidade relativamente pequena de esforço distribuído ao longo do dia – ainda que, quanto mais você fizer, melhores serão os benefícios, disse Kraus.

Pessoas que fizeram menos de 20 minutos de atividade total moderada ou vigorosa a cada dia tiveram o maior risco de morte. Aquelas com 60 minutos por dia reduziram o risco de morte em mais da metade – 57%. Fazer pelo menos 100 minutos de atividade moderada ou vigorosa por dia reduziu o risco de morte em 76%.

As diretrizes atuais do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, publicadas em 2008, recomendam pelo menos 150 minutos de exercício moderado ou 75 minutos de atividade vigorosa por semana, distribuídos durante vários dias, disse Kraus. Essas diretrizes estão sendo atualizadas e deverão ser anunciadas ainda este ano.

Os resultados foram publicados no Journal of the American Heart Association.

http://www.diariodasaude.com.br

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Fazer atividades físicas mais que dobra nível de felicidade

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Movimente-se em busca da felicidade

Sabe-se há muito tempo que a atividade física reduz a depressão e a ansiedade, e os exercícios físicos são comumente prescritos para prevenir ou curar condições negativas de saúde mental.

Mas será que os exercícios físicos podem melhorar a saúde mental positiva da mesma forma que amenizam os aspectos negativos da saúde mental. Esta foi a questão a que Weiyun Chen e Zhanjia Zhang, da Universidade de Michigan (EUA), se propuseram a responder.

Especificamente, os pesquisadores examinaram quais aspectos da atividade física estavam associados à felicidade e ao contentamento e que parcelas da população poderiam se beneficiar dos efeitos.

Para isso, eles revisaram 23 estudos científicos que incluíram aspectos da felicidade e da atividade física. O balanço geral incluiu informações sobre a saúde de milhares de adultos, idosos, adolescentes, crianças e até sobreviventes de câncer – todos de vários países.

Felicidade e exercícios físicos

Os 15 estudos observacionais incluídos na amostra revelaram uma associação positiva direta ou indireta entre felicidade e exercícios físicos.

Em comparação com pessoas inativas, a probabilidade de se sentir feliz é de 20% para pessoas que estão insuficientemente ativas, 29% para aquelas que se consideram suficientemente ativas e de 52% para as muito ativas.

“Nossos resultados sugerem que a frequência e o volume de atividade física são fatores essenciais na relação entre atividade física e felicidade,” disse Chen. “Mais importante ainda, até mesmo uma pequena mudança na atividade física faz a diferença na felicidade.”

A revisão de estudos observacionais indica que há um efeito de limiar para a relação entre felicidade e atividade física – vários estudos revelaram dois níveis de felicidade similares, um para as pessoas que se exercitavam de 150 a 300 minutos por semana, e outro, mais elevado, para as pessoas que se exercitavam mais de 300 minutos por semana. Os oito estudos de intervenção mostraram resultados inconsistentes.

Os resultados foram publicados no Journal of Happiness Studies.

http://www.diariodasaude.com.br

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Não é só gordura: Proteínas da carne aumentam risco cardiovascular

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Gorduras, proteínas e coração

Pesquisadores norte-americanos e franceses confirmaram que a proteína da carne – e não apenas a gordura – está associada a um aumento acentuado no risco de doenças cardíacas, enquanto a proteína das nozes, castanhas e sementes é benéfica para o coração humano.

Pessoas que consumiram grandes quantidades de proteína da carne apresentaram um aumento de 60% nas doenças cardiovasculares, enquanto as pessoas que consumiram grandes quantidades de proteína de nozes, castanhas e sementes tiveram uma redução de 40% nas mesmas doenças cardiovasculares.

Incluindo dados de mais de 81 mil participantes, este foi um dos maiores trabalhos a examinar em detalhes não apenas as fontes de gordura, mas também as proteínas animais e vegetais em relação às doenças cardíacas e coronarianas.

“Embora as gorduras alimentares sejam parte do risco das doenças cardiovasculares, as proteínas também podem ter efeitos independentes importantes e largamente negligenciados sobre esse risco,” disse o Dr. Gary Fraser, da Universidade Loma Linda (EUA), que trabalhou com a equipe do Dr. François Mariotti, do Instituto Nacional de Pesquisas Agronômicas (França).

Proteínas animais e vegetais

Segundo o Dr. Fraser, os nutricionistas tradicionalmente olham para o que ele chamou de “gorduras ruins” nas carnes e “gorduras úteis” nas nozes, castanhas e sementes como agentes causais de diversas condições de saúde.

No entanto, os novos resultados sugerem mais. “Esta nova evidência sugere que o quadro completo provavelmente envolve também os efeitos biológicos das proteínas nesses alimentos,” disse ele.

O pesquisador afirma que o trabalho diferiu de maneira significativa das pesquisas anteriores. Embora estudos anteriores tenham examinado as diferenças entre as proteínas animais e vegetais, este estudo não parou em apenas duas categorias, mas optou por especificar as proteínas da carne e as proteínas das nozes, castanhas e sementes juntamente com outras fontes alimentares importantes – as gorduras.

“Esta pesquisa está sugerindo que há mais heterogeneidade do que apenas a categorização binária de proteína vegetal ou proteína animal,” afirmou.

O estudo deixa outras questões em aberto para uma investigação mais aprofundada, como quais aminoácidos específicos das proteínas da carne contribuem para as doenças cardiovasculares e se as proteínas de fontes específicas afetam fatores de risco cardíaco conhecidos, como os lipídios sanguíneos, a pressão arterial e o excesso de peso, que estão associados às doenças cardiovasculares.

O estudo foi publicado no International Journal of Epidemiology.

http://www.diariodasaude.com.br

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Bênção de Nahuatl

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Liberto meus pais de sentir que eles não puderam me dar tudo em que acreditam terem falhado. Eu os amo e agradeço por terem sido o instrumento da vida para que eu esteja aqui hoje.

Eu liberto meus filhos da necessidade de ampliar meu ego, de querer satisfazer os desejos ou objetivos que eu não cumpri para mim ou de que eles se sintam obrigados a me orgulhar.
Peço-lhes que escrevam suas próprias histórias de acordo com suas vontades de experimentar e com o que alegra seus corações.

Eu liberto meu parceiro da obrigação de me completar. Estou completo (a). Nada me falta, tudo está dentro de mim e minha felicidade depende de mim. Aprendo e evoluo com cada um de meus relacionamentos e, se falhamos, também fui responsável por atrair essa situação.

Eu liberto meus irmãos de qualquer culpa que sentem por mim, ou de fazê-los acreditar que me machucaram, ou se em qualquer momento eu os ofendi, ignorei ou neguei. Em nenhum momento minha intenção foi de viver suas vidas, nem de impedir suas experiências ou fazê-los pensar que não poderiam fazer bem ou que eu pudesse fazer melhor do que eles. Eu os amo. Agora estou ciente de que estão fazendo o melhor que podem fazer e confio plenamente em suas habilidades e pontos fortes para descobrir a vida maravilhosa que sempre sonharam pra eles.

Para meus avós e antepassados ??que foram se encontrando para que eu, hoje, aqui respire a vida em seus nomes, liberto-os das falhas do passado e dos desejos que não cumpriram. Consciente de que tudo o que fizeram foi o melhor que puderam fazer para resolver cada uma das situações que enfrentavam, com os recursos que tiveram desde o nível de consciência que tinham naquele momento. Eu os honro com a minha vida, fazendo o melhor que posso para fazê-la feliz, digna e próspera. Eu os amo e reconheço todos e cada um deles. Sob seus olhares expresso minha gratidão e todo meu amor para que saibam que não escondo nem devo nada além de ser fiel a mim mesmo e a minha própria existência, dessa forma eu os honro. O que aprendi com todos me faz ser quem sou e me permite traçar o caminho da minha vida com sabedoria, consciente de que estou cumprindo meu projeto de vida, livre de lealdades familiares invisíveis e visíveis, livre de laços e crenças que possam perturbar minha Saúde e Alegria, minha Paz e Felicidade.

Eu renuncio ao papel de Salvador(a) e Redentor(a), de ser aquele(a) que une ou cumpre expectativas alheias. Aprendendo através e somente através do Amor/aceitação, permitindo a cada um Ser como quer e me permitindo Ser como realmente sou.

Eu abençoo a essência mais expandida do meu Ser que é Maravilhosa, Esplêndida e Notável (Eu Sou), que através da minha forma única de me expressar e mesmo que alguém não possa me entender, eu apenas me expresso como sou, porque só Eu vivi e experimentei minha própria história, porque eu conheço a mim mesmo, sei quem sou, o que sinto, o que faço e por que faço. Me aceito, me respeito, me aprovo e me responsabilizo apenas por mim, com amor/aceitação e compreensão.

Honro a Divindade em mim e em você. Agora somos livres para nos amar. Eu te amo/Eu te aceito em minha vida e experiência de vida.

Grato(a).

fonte: Recebido pelos grupos de whats/telegram.

PS: O náuatle (português brasileiro) ou nauatle (português europeu), também chamado de asteca ou mexicano em sua fase clássica, (pronúncia nativa: [ˈnaːwatɬ] (ouvir)) é uma língua pertencente à família uto-asteca, usada pelos povos de mesmo nome e falada no território atualmente correspondente à região central do México desde pelo menos o século VII. No final do século XX, era falada por pouco menos de um milhão e meio de pessoas. https://pt.wikipedia.org/wiki/L%C3%ADngua_n%C3%A1uatle

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.

Metástase do câncer é reduzida com alteração na dieta

piramidal.net | lojapiramidal.com

compartilhar

Asparagina

Um aminoácido chamado asparagina é essencial para a propagação do câncer de mama. Sendo assim, controlar sua concentração no organismo torna possível impedir que as células cancerosas invadam outras partes do corpo.

Essa inibição da metástase do câncer de mama pela restrição da asparagina acaba de ser testada com sucesso em animais de laboratório.

Isto é importante porque a maioria das pacientes com câncer de mama não morre do tumor primário, mas da disseminação do câncer para os pulmões, cérebro, ossos ou outros órgãos. Para poder se espalhar, as células cancerosas precisam primeiro deixar o tumor original, sobreviver no sangue como células tumorais circulantes, e depois colonizar outros órgãos.

Logo, encontrar maneiras de impedir que isso aconteça é fundamental para aumentar a sobrevivência das pacientes.

Nosso corpo produz asparagina, mas o composto também é encontrado em nossa dieta, com concentrações mais altas em alguns alimentos que incluem aspargos, soja, produtos lácteos, carnes de aves e frutos do mar.

Dieta mais quimioterapia

Pesquisadores do Cancer Research UK, em Cambridge (Reino Unido) bloquearam a produção de asparagina usando uma droga chamada L-asparaginase. Os animais de laboratório também foram submetidos a uma dieta de baixa asparagina. Em conjunto, o tratamento reduziu consideravelmente a capacidade do câncer de mama de se espalhar.

A equipe espera que a terapia, sobretudo a dieta que restringe alimentos ricos em asparagina, possa ser usada em conjunto com os tratamentos convencionais, como a quimioterapia, para reduzir a propagação da doença e melhorar os prognósticos.

Além disso, a mesma terapia pode ter implicações para outros tipos de câncer, incluindo câncer de rim e cabeça e pescoço.

“Este resultado adiciona informações vitais para a nossa compreensão de como podemos parar a propagação do câncer – o principal motivo pelo qual os pacientes morrem da doença. No futuro, restringir este aminoácido através de um plano de dieta controlada ou por outros meios poderá ser uma parte adicional do tratamento para alguns pacientes com câncer de mama e outros tipos de câncer,” resumiu o Dr. Greg Hannon, principal responsável pelos testes, que foram descritos em um artigo na revista Nature.

http://www.diariodasaude.com.br

Piramidal no Facebook
.
●●● Gostou? Então curta nossa página no Facebook.
.
Autor
●●●
 Seja amigo do autor do site no Facebook e esteja sempre antenado em assuntos interessantes.